ECONOMIA

Os quatro tipos de raiva e as 5 maneiras de lidar com ela

Os quatro tipos de raiva e as 5 maneiras de lidar com ela



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

A raiva é uma das emoções mais fáceis de demonstrar. Muitas pessoas preferem ficar com raiva do que chorar e mostrar sua vulnerabilidade. Você pode se surpreender ao saber que existem quatro tipos diferentes de raiva, e cada uma dessas emoções hostis vem de vários motivos.

É normal ficar com raiva e descarregar suas frustrações. No entanto, quando sua raiva se torna destrutiva, é um sinal de que você precisa de ajuda.

Os quatro tipos de raiva Quem sabia que, quando você fica com raiva, sua raiva pode ser classificada em diferentes categorias? Antes de aprender as técnicas adequadas de redução da raiva, você deve determinar que tipo de frustração você sente. Aqui estão as quatro categorias reconhecidas pelos terapeutas.

1. AGRESSIVO / DESTRUTIVO

Se você estiver em uma situação em que se sente intimidado ou precisa ter controle sobre outra pessoa, pode expressar sua raiva agressiva. As pessoas que regularmente se envolvem nesse tipo de raiva costumam ser chamadas de agressores. Eles podem usar violência emocional e psicológica para obter controle.

Do lado de fora, parece que essa pessoa é forte e poderosa. No entanto, o interior conta uma história completamente diferente. A maioria das pessoas com esse tipo de raiva tem inseguranças que não conseguem vocalizar.

Quando alguém tem problemas repetitivos de raiva e é agressivo, isso mostra quão sérias são as deficiências dentro dele. A raiva costuma ser uma máscara para a fraqueza e, como você se sente fora de controle em sua vida, deve tentar controlar os outros.

Sofrer de raiva agressiva causa tendências destrutivas. Essas pessoas costumam ter dificuldades de relacionamento e sua vida é cheia de conflitos dolorosos com seus entes queridos e amigos. A menos que essa pessoa mude seus caminhos, a raiva que sente causará sua ruína.

2. BERRINCHES TEMPERADOS

Uma pessoa que sofre de raiva pode muitas vezes ficar confusa ou cruzar os limites de alguém que sofre de raiva destrutiva. Essas pessoas geralmente têm acessos de raiva quando as coisas não acontecem do jeito deles.

O motivo pelo qual os especialistas os chamam de acessos de raiva é porque a causa dessa raiva geralmente se origina na infância. Normalmente, essas pessoas têm desejos e necessidades irrealistas que exigem que sejam atendidos.

Eles acham difícil encontrar alguém que corresponda às suas expectativas. No entanto, quando as coisas não atendem aos seus padrões elevados, eles se tornam muito vocais e até agressivos. Pense em como uma criança age em seus “terríveis dois anos”, pois esse é o mesmo tipo de comportamento que você pode esperar de alguém com acessos de raiva na idade adulta.

Os especialistas acreditam que algo aconteceu para alterar o processo de desenvolvimento e maturação, e a pessoa nunca superou essas violentas oscilações de humor quando criança. Em vez disso, eles desenvolveram uma raiva narcisista que os alimenta.

Como é difícil cumprir seus padrões, eles costumam ter muitas dificuldades nos relacionamentos e até mesmo os membros da família podem achar difícil ficar com eles por longos períodos.

3. PROVOCAÇÃO

Aborrecimento é o tipo mais comum de raiva que uma pessoa comum sentiria. Essas emoções são causadas pela vida cotidiana. Por exemplo, você pode sentir esse tipo de raiva quando alguém o atrasa para o trabalho ou discorda de seu cônjuge.

As pessoas que tendem a ter esse tipo de raiva costumam ser aquelas que tendem a se concentrar nos aspectos negativos de sua vida, e não nos positivos. Eles são facilmente perturbados e podem ser ativados sem esforço. Embora o desconforto possa ser comum, também pode se tornar um problema sério.

4. JUSTIFICÁVEL

Finalmente, o último estágio da raiva é o tipo legítimo. Uma pessoa que sente esse tipo de raiva muitas vezes olha para as coisas que acontecem no mundo e fica furiosa. Ela pode não gostar de crueldade com os animais ou pode sentir que a Mãe Terra está sendo destruída por atos descuidados.

Embora esse tipo de raiva não seja saudável, tem alguns benefícios. Pegar essa raiva e transformá-la em paixão por fazer o bem pode ser produtivo. Em vez de ficar com raiva de todas as pessoas que são cruéis com os animais, por que não iniciar um programa de resgate em sua área local?

Embora essas pessoas tenham dificuldade com suas emoções, elas devem pegar seu coração partido e usá-lo para alimentar o fogo e ajudar.

CINCO MANEIRAS DE PARAR A RAIVA E A DESTRUIÇÃO

Emoções descontroladas são tão fáceis de aproveitar para sempre. No entanto, existem várias maneiras de parar a raiva destrutiva que sente. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a controlar sua raiva e reduzir a situação.

1. RESPIRE

As técnicas de respiração têm sido amplamente utilizadas para ajudar as pessoas que sofrem de pânico e ansiedade. Para a pessoa que não consegue controlar suas emoções, pode parecer um ataque de pânico. A melhor coisa a fazer é praticar a respiração rítmica.

A respiração rítmica deve ser feita contando até sete. Você deve inspirar, segurar e expirar. Esse comportamento repetitivo o ajudará a acalmar o corpo. Este pequeno exercício o ajudará a controlar seu sistema nervoso, que fica fora de controle durante um momento de raiva.

Se você começar a sentir essas emoções de raiva dentro de você, pare e comece os exercícios respiratórios. Geralmente, é melhor feito ao ar livre, onde o ar fresco pode ser inalado. Algo sobre estar na natureza também é muito reconfortante para as pessoas.

2. TOME UM TEMPO

Quando as pessoas atingem um certo nível de raiva, muitas vezes não se importam com o que dizem ou fazem. Quando você chega neste lugar, torna-se perigoso ficar perto de alguém. Espere até que a pessoa se acalme.

Chegar ao intervalo significa que você não estará perto de ninguém que possa magoar com palavras que você não quis dizer. Não é o seu eu lógico que fala quando você está chateado; São as emoções descontroladas atrás de você Você deve ficar longe dos outros até que possa aprender a "ser legal" novamente.

Tenha um lugar especial onde você diminuirá quando se sentir pior. Por exemplo, se você tem um balanço da varanda que tende a ser um lugar onde você pode se acalmar e relaxar, sente-se no balanço. Pratique seus exercícios de respiração até sentir que dissipou sua raiva e pode ficar perto de outras pessoas.

3. ENGAJE O REDIRECIONAMENTO DO PENSAMENTO DO SEU CÉREBRO

Quando você está prestes a explodir, deve parar e se envolver com seus pensamentos. Por que eles estão tão chateados? Redirecionar-se pode interromper a emoção e deixá-lo de bom humor.

Você precisa identificar o que o incomoda. É o fato de que alguém o interrompeu enquanto você dirigia para o trabalho ou há algo subjacente que explodiu quando você tirou a sorte grande?

Escreva uma lista das coisas que o incomodam e, em seguida, você precisará escrever maneiras de combater esses problemas. Esteja preparado para que, da próxima vez que alguém interromper você no caminho para o trabalho, ligue o rádio e comece a cantar.

Encontre táticas que possam funcionar para ajudá-lo a redirecionar sua atenção para outro lugar. Não se concentre no motorista descuidado. Em vez disso, vá ao rádio ou ligue para um amigo. Você logo descobrirá que desenvolveu técnicas para se redirecionar de modo que possa permanecer calmo mesmo quando alguém faz algo errado.

Quando uma criança está chateada e briga com outra pessoa na creche, os trabalhadores tentam redirecioná-la para outra coisa. Eles logo descobrem que o motivo pelo qual estavam com raiva não é mais um problema. Você deve aprender a se redirecionar continuamente.

4. FALE

Quando você se encontra em uma situação em que sua raiva dispara, você deve reconhecer que está prestes a atingir o limite. Em vez de ficar chateado, você deve falar isso.

Muitas vezes, as pessoas com problemas de raiva acham que não estão sendo ouvidas. Se você acha que ninguém se importa com seus pensamentos ou sentimentos, pode ser porque você não expressou como realmente se sente. Reserve um tempo para explicar o que está acontecendo lá dentro.

Seu cônjuge ou família deve aprender como ajudá-lo a diminuir a escalada. O que funciona para uma pessoa pode não funcionar para outras. No entanto, falar sobre o que você tem em mente não pode machucar. Basta escolher suas palavras com sabedoria, e você nunca deve começar a xingar enquanto deixa a raiva assumir o controle.

5. CONTA ATÉ 10

Quando sentir que está atingindo seu pico e prestes a explodir de raiva, pare e conte até dez. Quando você está contando, também está respirando.Contar até dez é uma velha tática usada por pessoas de todas as idades, pois ajuda a acalmar a mente.

Você pode contar enquanto dá uma longa caminhada ou se isola. Faça tudo ao seu alcance para interromper a atividade atual, interrompendo ou redirecionando.

PENSAMENTOS FINAIS: GERENCIANDO SUA RAIVA

A vida vai lhe trazer muitas situações todos os dias, que podem fazer você ver o vermelho. No entanto, você está aprendendo a lidar com as questões que contam de maneira adequada e pode precisar de um conselheiro para ajudá-lo a aprender a arte de respirar ou redirecionar sua raiva.

Na maioria dos casos, há uma questão subjacente de por que você fica com tanta raiva o tempo todo. Pode ser problemático desde a sua infância, ou você pode não sentir que as pessoas o estão ouvindo. Chegar ao âmago de sua raiva pode ser benéfico para aprender a controlar suas emoções aparentemente incontroláveis.


Vídeo: 5 MANEIRAS DE SOBREVIVER A TPM DE SUA MULHER (Agosto 2022).