Em formação

Resíduos de construção, eliminação e regulamentos

Resíduos de construção, eliminação e regulamentos



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Resíduos de construção, eliminação e regulamentos. Todas as informações sobre a gestão de resíduos de construção: regulamentos, construção e resíduos de demolição.


Quando se trata deresíduos de construção, é bom destacar entre os materiais resultantes gerados na fase de construção e os produzidos na fase de demolição. Aresíduos de construçãoprodutos em construção, de fato, são regidos por regulamentos diferentes dosresíduos de construçãoprodutos sendo demolidos.

Os materiais resultantes gerados no local são legislados porDecreto Ministerial do Meio Ambiente de 5 de abril de 2006, n. 186. O regulamento que altera o decreto ministerial de 5 de fevereiro de 1998 intitulado «Identificação dos resíduos não perigosos sujeitos a procedimentos simplificados de valorização, nos termos dos artigos 31 e 33 do decreto legislativo de 5 de fevereiro de 1997, n. 22 ".

Os resíduos produzidos em um canteiro de obras devem passar por um procedimento de recuperação completo. A lei, de fato, estabelece que as atividades de recuperação devem ser submetidas a procedimentos simplificados e técnicos que devem estabelecer:

  • as quantidades máximas que podem ser usadas para um determinado material.
  • A origem do material.
  • Os tipos e características dos resíduos, bem como as condições de utilização dos mesmos.
  • Os requisitos necessários para garantir que os resíduos sejam recuperados sem perigo para a saúde humana e sem técnicas que possam causar danos ao meio ambiente.

É o mesmoDecreto Ministerial de 5 de abril de 2006 n. 186que estabelece o procedimento a seguir para a transformação, tratamento e reciclagem de produtos de construção.

Para investigar o cumprimento das leis sobre o assuntoeliminação de resíduos de construção são os Municípios. Quando um usuário pede permissão para construir (licença), ele deve indicar ao município a quantidade de resíduos de construção que pode ocorrer durante as obras.

Aresíduos de construçãoprodutos em construção, bem como euresíduos de construçãoprodutos em fase de demolição, não podem ser misturados com outros resíduos especiais. No local será necessário dividir oresíduos de construçãocom base no tipo, em particular, haverá:

  • resíduos não poluentes derivados de terraplenagens ou desmatamentos. Falamos dadisposiçãode material de escavação não poluído.
  • Resíduos que podem ser depositados em aterros para agregados sem tratamento posterior. Falamos dadisposição de agregados.
  • Resíduos combustíveis como madeira, papel, papelão e outros materiais sintéticos. Falamos daeliminação de resíduos de construçãocombustíveis.
  • Outros resíduos não identificados de outra forma.

Resíduos de demolição de edifícios

Os resíduos de construção gerados pela demolição de um edifício são muito mais heterogêneos do que os resíduos produzidos em um canteiro de obras.

AResíduos de construção de demoliçãoeles precisam de tratamentos preventivos como triagem, triagem, separação, remoção de poluentes, recuperação de metais ou outros compostos metálicos, trituração…. Um longo processo de recuperação será necessário antes de passar para a reutilização de recursos.

Opadrõesgovernando issodisposiçãoDeusesResíduos de construção de demoliçãoestão contidos no Decreto Legislativo no. 152/2006 e alterações subsequentes.

Resíduos de construção

Depois de ver os regulamentos atuais sobre o descarte de resíduos de construção, vamos ver quem tem que arcar com o peso do descarte.

A maioria dos resíduos de construção É constituída por materiais inertes, como entulho de gesso, tijolos, concreto armado e não armado, provenientes de atividades de demolição e construção. Odisposiçãodestes materiais é suportado pela pessoa que produz o entulho, para discipliná-lo é o Decreto Legislativo de 3 de abril de 2006, n.152 "Regulamentos ambientais ".

Em termos práticos, tem que lidar comeliminação de entulho de construçãoquem os produz, portanto, se for criado por uma construtora, a própria empresa se encarregará da obra. Se a obra for realizada por conta própria, o proprietário do imóvel deve ser responsável pela gestão dos resíduos de construção.

As empresas mais cuidadosas, para administrar umreciclandomais precisos, eles realizam umdemolição seletiva com técnicas capazes de selecionar os resíduos de forma a gerenciá-los separadamente desde o início da obra.


Vídeo: COMO FAZER EMPRESA DE RECICLAGEM DE MADEIRA USADA (Agosto 2022).